Culturaliza Em casa

Grupo Galpão lança projeto “Dramaturgias – Cinco passagens para agora”

Desvendar e vivenciar lugares, tempos, possibilidades. Eis a rotina de vidas ciganas, que, dia a dia, entregam-se ao movimento, assim como, dentro de si, fixam narrativas, culturas, identidades. Alguns dos princípios da vida nômade servem de metáfora – e de palco – ao novo desafio artístico do Grupo Galpão. No dia 5 de junho, estreia, no aplicativo Telegram, a experiência teatral virtual “Como os ciganos fazem as malas”, texto de Newton Moreno, com pesquisa e atuação de Paulo André e criação de Yara de Novaes, Paulo André, Tiago Macedo e Barulhista.

 

A iniciativa integra o projeto “Dramaturgias – Cinco passagens para agora”, que conta com o patrocínio master do Instituto Cultural Vale e patrocínios da AngloGold Ashanti e do banco BV por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O projeto realizará, de junho a dezembro de 2021, cinco espetáculos em diferentes formatos nas redes sociais.

 

“Como os ciganos fazem as malas” é o que se pode chamar de um “monólogo em fluxo”. Serão 8 sessões, ao vivo, veiculadas pelo Telegram, de 5 a 13 de junho, aos sábados e domingos, em duas apresentações diárias: experiência estendida (11h às 19h) e experiência compacta (20h às 21h30). O público poderá escolher um dos dois formatos.

 

O acesso é gratuito e os ingressos devem ser retirados na Sympla.  “A escolha desse ‘lugar’ tem a ver com a própria temática. Trata-se de uma peça em movimento. Afinal, uma rede social, como o Telegram, é um lugar, e podemos levá-lo para onde quisermos. Ele está o tempo inteiro em movimento, construindo narrativas. Dentro do próprio aplicativo, vivenciamos certo nomadismo. Desse modo, criam-se cartografias”, destaca Yara de Novaes, uma das criadoras da experiência virtual.

 

O projeto é uma criação coletiva, que envolve Paulo André e outros atores do Grupo Galpão, Yara de Novaes (direção), Barulhista (trilha e efeitos sonoros) e Tiago Macedo (direção de arte). Durante o processo de trabalho, as próprias “fronteiras” de cada ofício foram dissolvidas – o que se revelou muito importante, uma vez que a peça discute migrações, travessias, trânsitos etc.

 

Dramaturgias 

 

1

Junho

Como os Ciganos fazem as malas

Texto: Newton Moreno

Direção: Yara de Novaes

 

2

Agosto

Texto e direção: Pedro Brício

 

3

Outubro

A primeira perda da minha vida

Texto Eduardo Moreira

Direção: Inês Peixoto

 

4

Novembro

Texto: Paulo André

Direção: Marcio Abreu

 

5

Dezembro

Texto: Silvia Gomez

Direção: Grupo Galpão

 

Deixe o seu comentário

Ycaro Rodarte
Ycaro Rodarte
Mineirinho do interior que torce para o São Paulo e adora o Rock in Rio. Dependendo do dia, apenas a melhor pessoa que você vai conhecer hoje.
http://culturalizabh.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *