Culturaliza

“Mulheres negras na tela”, no Memorial Minas Gerais Vale

Quem são e onde estão as realizadoras negras e periféricas? essa foi a pergunta que motivou o encontro de educadoras e pesquisadoras negras no Memorial Minas Gerais Vale na sessão comentada Mulheres negras na tela, parte do projeto Diversidade Periférica.

Em cartaz estão três curtas dirigidos por mulheres negras: Maria, de Elen Linth (Manaus); Casca de Baobá, de Mariana Luiza (Rio de Janeiro); e Em busca de Lélia, de Beatriz Vieirah (Cachoeira/BA) e, a partir da mediação de Letícia Souza, integrante da Coletiva Malva, Luana Costa, Dayane Gomes, Labibe Araújo, Simone Moura e Vanessa Beco discutem diversas questões a respeito da acessibilidade de determinados grupos sociais aos locais de produção cultural, além da (in)visibilidade que ainda é dada às iniciativas, às manifestações e às práticas artístico-culturais existentes em comunidades e aglomerados periféricos.

 

Mulheres negras na tela

Quando: 28 de julho de 2018

Hora: 15:00 às 17:00

Onde: Memorial Minas Gerais Vale – Praça da Liberdade, nº 640, Savassi – Belo Horizonte/MG

Quanto: Entrada gratuita

Informações: Site

Deixe o seu comentário

Fabiane Rodrigues
Fabiane Rodrigues
Taurina, mãe de dois gatos e Mestranda em Estudos de Linguagem. Apaixonada por manifestações e produções culturais, questões sociais e o empoderamento da mulher negra. E, claro, stalker profissional, formada pelo ID Discovery!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *