Brasil Destaque

Campanha “Amee o Próximo” ajuda profissionais do setor de eventos com a doação de cestas básicas

Ação promovida pela Associação Mineira de Eventos e Entretenimento arrecada alimentos e kits de higiene para distribuir para os trabalhadores que perderam a renda em função da pandemia do novo Coronavírus

A solidariedade nunca foi tão urgente e necessária em um momento de crise mundial por causa do Coronavírus (COVID-19). O setor de eventos foi um dos mais impactados, sendo o primeiro a parar e com a projeção de ser o último a voltar à normalidade. Com isso, milhões de profissionais foram impedidos de trabalhar e a renda suspendida sumariamente. Para tentar oferecer o mínimo para quem depende do segmento para sobreviver, a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento (AMEE) criou a campanha “Amee o Próximo” para arrecadação de alimentos e kits de higiene. Entre os beneficiados, estão trabalhadores que atuam na montagem de palco, som, luz e na realização geral dos eventos, mas que ainda não têm condições de voltar a trabalhar.

De acordo com Rodrigo Marques, presidente da AMEE, são cerca de 3 milhões de trabalhadores do setor de eventos, que perderam suas rendas. Por isso, a campanha de doação “Ame ao Próximo”, realizada pela entidade, se torna urgente para ajudar esses trabalhadores e suas famílias. “Completamos 30 dias de ações com entregas de cestas básicas e já conseguimos ajudar mais de 500 famílias que estavam passando extrema necessidade desde que os eventos foram suspensos por causa da Covid-19. Certamente, 60% dos trabalhadores do setor não têm carteira de trabalho assinada e recebem por evento em que atuam. Por isso temos pressa e muita urgência para ajudá-los”, comentou.

Segundo o presidente da AMEE, por causa dessa situação do novo Coronavírus, não houve tempo para os profissionais que atuam no ramo se preparem para enfrentar tudo isso. “A verdade é que ninguém teve tempo para se preparar e o setor foi um dos primeiros a parar e com certeza será o último a retornar. Os artistas maiores estão fazendo lives, mas a verdade, é que a grande maioria do setor não tem como se reinventar. Estamos falando do profissional que cuida do som, que faz limpeza, montagem de palco. Mas aglomeração é o que não devemos fazer, nem mesmo reivindicar”, completou Rodrigo Marques.

Rodrigo Marques afirma a AMEE está fazendo tudo que pode para ajudar os profissionais do segmento de eventos. “Neste momento, nossa preocupação é em ajudar os profissionais que, com muito empenho, fazem o evento acontecer. Por isso, a logística de arrecadação e distribuição das doações ficará por conta da Associação, para evitar aglomeração, por meio de nossas redes sociais. É um momento de união, por isso, pedimos a participação de todos que puderem”, conclui.

Para realizar doações, basta entrar em contato pelo site https://www.amee.art.br/ ou pelo Instagram www.instagram.com/amee_oficial.

Sobre a AMEE

Criada no início de 2020, a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo defender os interesses dos profissionais e empresas do setor de eventos em Minas Gerais. A iniciativa da fundação da associação partiu de um grupo de profissionais da área de eventos no WhatsApp, intitulado Shows MG, que tem como objetivo principal o networking na área. Com o crescimento do grupo Shows MG e a integração dos profissionais, demandas em comum foram percebidas e a necessidade de ter uma representatividade perante à sociedade e ao poder público surgiu. Com isso, em março de 2020, foi formalizada a criação da AMEE, que, com o lema #JuntosSomosMaisFortes, já tem sua estrutura organizacional definida e já atuante.

Deixe o seu comentário

Felipe de Jesus
Felipe de Jesus
- Editor & Administrador (financeiro) do portal do CulturalizaBH/Portal UAI | - Jornalista/Colunista: Crítica Musical. _______________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). _______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *