Culturaliza Literatura Poesia

Poetiza BH: Amor no Altar

Você sempre chegava
E ao menor sinal
Ia
Entre suas vias
Várias vezes, o tempo
Descuidado
Nos fazia encostar
E como cantou um Chico
Desviava o caminho
E era só encontração
Sabe, o céu já está de novo mudando a cor
E de cor
A assaltar toda a razão
Tornando em azul seus passos
Você sempre chegava
E hoje pela manhã
Não houve mais o tempo verbal
Posto que amor
Isso que nunca acontece
Só quando você chegava
No momento da invenção
Onde não há escolha
Nem “pecado e nem perdão”

 

Poema de Bernardo Nogueira

Foto: Wagner Correa

Instagram: Café de Imagens

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *