Colunas Literaliza BH Literatura Livros

Um motivo pra sorrir – Bruna Longobucco

Já falei o quanto curto visitar estandes de livros em feiras, principalmente de editoras desconhecidas e autores independentes. Foi assim que conheci os livros da Fernanda Medeiros e Adelina Barbosa, confira resenha aqui. E foi assim que conheci a autora mineira Bruna Longobucco. Tenho muita admiração por autores independentes pela luta que travam para ter suas histórias publicadas. Apaixonada pela literatura, Bruna Longobucco é autora independente há 12 anos e já tem 14 livros publicados. Ela também escreve poesias, contos, crônicas, romances e músicas.

“Um motivo pra sorrir” foi publicado em 2016 e conta a história de amor entre os jovens Bianca e Leandro. O romance se passa em Minas Gerais e eu gostei de cara por causa disso. Bianca é apaixonada com a capital, mas é obrigada a se mudar com os pais para o interior. Já Leandro largou família e faculdade em Belo Horizonte para viver no interior. Essa é a primeira diferença entre os dois. Bianca é uma jovem de 18 anos, chata, extremamente mimada, fria, sem educação, que maltrata todo mundo que vê pela frente, inclusive sua família. Com a sua rebeldia, coleciona algumas passagens pela polícia e se revolta quando tem que mudar com os pais para o interior. A convivência familiar se torna insuportável, e de cara vemos que a mãe de Bianca esconde um segredo, e que o pai, que sempre foi ausente, não tem nenhuma compatibilidade com a filha. Após conhecer Leandro, um contratado do seu pai para começar uma criação de cavalos, Bianca não resiste ao moreno de olhos negros e só vê nele uma válvula de escape. Apesar de trabalhar para o pai de Bianca, Leandro na verdade é um fazendeiro muito rico, herdeiro do café e da cachaça. Logo ele não resiste ao furacão Bianca.

O relacionamento dos dois não é aquele amorzinho clichê que se espera dos romances, pelo contrário, as mentiras, as atitudes equivocadas dos dois, e uma gravidez inesperada, dão outro rumo para a história. O gênio forte e o orgulho, não permitem a felicidade imediata.  Eles discutem muito, e em um momento da história se tornam insuportáveis. A agressividade dos dois chegou a me incomodar diversas vezes. E quando os protagonistas são chatos o que não faz o leitor desistir é a escrita do autor. E é aqui tiro o chapéu pra Bruna porque ela soube muito bem amarrar a história e te fazer querer mais com outras histórias para além dos protagonistas. O livro é pequeno e fácil de ler.

Com uma pegada semelhante a dos livros espíritas, os problemas vão se resolvendo sob aquela máxima do “tudo que você faz um dia volta pra você.  “Um motivo pra sorrir” é um livro intenso, com personagens comuns que erram, sofrem, amam, precisam ser amados, crescer e se superar em busca do seu final feliz. 

?Referências musicais?

Kelly Clarkson – Breakaway

Bruno e Marrone – Vai dar namoro

Celine Dion – Playlist

Britney Spears – Everytime

Sérgio Reis  – Pinga ni mim

Queen – I want to break free

Avril Lavigne – My Happy Ending

Zezé di Camargo e Luciano – Preciso de um tempo

Esta coluna é publicada aqui, todas as segundas!

Envie seu e-mail para a colunista: [email protected]

Quer saber mais sobre literatura acesse: www.literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

Elis Rouse
Elis Rouse
Sou Elis, não sou Regina; sou do interior e amo a capital; sou jornalista, mas não trabalho em jornal; amo ler, sonho escrever; dicas vou dar, dicas quero receber; experiências vamos trocar; literatura brasileira vamos amar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *