Cinema Colunas Luiz, Câmera, Ação Resenhas

Luiz, Câmera, Ação: Prazer, sou diferente de você!

Filme: Ninfomaníaca  Gênero: Drama, Erótico Diretor:  Lars von Trier Trailers: Ninfomaníaca (Volume 1):     Ninfomaníaca (Volume 2):     “Talvez a única diferença entre mim e as outras pessoas é que sempre exigi mais do pôr do sol. Mais cores espetaculares quando o sol está no horizonte. Talvez esse seja meu único pecado”. Essas são umas […]

Cinema Colunas Luiz, Câmera, Ação Resenhas

Luiz, Câmera, Ação: As escolhas deste grande quebra-cabeça

Filme: 360 Ano de lançamento: 2012 Gênero: Drama, Romance Diretor:  Fernando Meirelles Trailer:     Tudo bem que gosto de ir ao cinema sozinho ou assistir a um filme em casa na companhia de mim mesmo. Mas é justamente em longas como “360”, do diretor brasileiro Fernando Meirelles, que eu preciso de uma companhia pra poder compartilhar […]

Colunas Culturaliza Literaliza BH Literatura Livros

Aquilo que resta de nós – Igor Patrick

Quando decidi ser jornalista eu queria contar histórias. Queria mostrar para as pessoas aquilo que não tinha visibilidade. Lembro que ainda pequena, assistia ao Globo Repórter e ao Globo Rural para confirmar muito do que eu aprendia na escola. Admirava os jornalistas que me comprovavam a existência de doenças como cólera, que na Amazônia ainda […]

Cinema Colunas Luiz, Câmera, Ação Resenhas

Luiz, Câmera, Ação: As infinitas perspectivas de um deus diretor

Filme: Mãe! Ano de lançamento: 2017 Gênero: Suspense Diretor:  Darren Aronofsky Trailer:       Sabe quando você vai ao cinema e, logo depois de um intenso e reflexivo filme, precisa parar, raciocinar e googlar pra ajudar a desvendar tudo o que acabou de se desenrolar? Então, assim é “Mãe!”, do diretor Darren Aronofsky e que ainda está […]

Cinema Colunas Luiz, Câmera, Ação Resenhas

Luiz, Câmera, Ação: Previsível produção, inegável discussão

Filme: O Melhor Professor da Minha Vida Ano de lançamento: 2017 Gênero: Comédia dramática  Diretor:  Olivier Ayache-Vidal Trailer:        A escolha por um filme francês no cinema é sempre certeira. O idioma te envolve, a maneira como o longa é feito é mais sutil, beirando o alternativo, a fotografia é sempre divergente e simplista… […]