Música Shows

Programação do 3º Inverno das Artes

Na década internacional do afrodescendente, a programação do 3º Inverno das Artes destaca a produção de artistas negros locais e nacionais, oferecendo uma variada programação que inclui shows, bate-papo, espetáculo de dança, teatro e mostras de cinema, visando fomentar a arte e a cultura em Belo Horizonte. Confira algumas das atrações:

 

Alaíde Costa apresenta Alaíde em canção

Única voz feminina a participar do antológico Clube da Esquina, Alaíde Costa volta a Belo Horizonte para reverenciar a música mineira durante o pocket show Alaíde em Canção. Interpretando canções de seu último disco, que inclui composições de Lô Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini, Fernando Brant, Milton Nascimento, Murilo Antunes e Ronaldo Bastos, promete relembrar grandes momentos de sua carreira.

Quando: 03/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Multiartista Sérgio Pererê comanda bate-papo sobre arte e ancestralidade afro-brasileira

O músico, cantor, compositor e multi-instrumentista Sérgio Pererê propõe uma roda de conversa para discutir como a ancestralidade africana influenciou a formação cultural brasileira. Abordando temas com a música e a dança, Pererê vai traçar um paralelo entre as características que mais aproximam a cultura brasileira das tradições africanas.

Quando: 07/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: Gratuito
Informações: (31) 3236-7400

 

Fabiana Cozza apresenta o espetáculo Ay Amor!

No espetáculo Ay Amor!, Fabiana Cozza interpreta sucessos do pianista, cantor e compositor cubano Ignácio Jacinto Villa Fernandez (1911-1971), mais conhecido como Bola de Nieve, grande nome da música do país caribenho. O espetáculo é uma homenagem ao artista que cantou o amor com toda a intensidade – tratando das paixões impossíveis, trágicas e sem finais felizes. No repertório, releituras de famosas canções do artista ganham um toque novo, com a voz potente de Fabiana Cozza.

Quando: 10/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Tradição e contemporaneidade no espetáculo Faça algum barulho, da Rui Moreira Cia de Dança

Buscando um diálogo entre a contemporaneidade, as fontes da arte afrobrasileira e as tradições, a Rui Moreira Cia de Danças apresenta o espetáculo Faça Algum Barulho. Na montagem, que tem concepção e coreografia de Rui Moreira e Rodrigo Peres, dois andançarinos, confrontados por suas diferenças, reinventam sua expressão. Em seus gestos estão vivas as atitudes de danças patrimoniais e das danças urbanas contemporâneas.

Quando: 12/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Bate-papo e duelo de MC’s com o coletivo Família de Rua

A Família de Rua, que promove há 10 anos o Duelo de MCs no vão do Viaduto Santa Tereza, no baixo centro de Belo Horizonte, participa de um bate-papo sobre o coletivo, seus desdobramentos ao longo dessa década, e os próximos passos para que o grupo continue movimentando a cena de rua na cidade. Após este bate-papo haverá uma edição especial do Duelo de MC’s, em versão reduzida, na Sala Juvenal Dias.

Quando: 14/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: gratuito
Informações: (31) 3236-7400

 

Zaika dos Santos canta o protagonismo da mulher negra

Cantora, compositora, arte-educadora, trançadeira, produtora cultural, graduada em audiovisual e web designer, Zaika dos Santos valoriza em seu trabalho o feminismo negro, o feminismo interseccional, afrofuturismo e afropsicodelia, passando pelo reggae eletrônico e a percussão brasileira. Sua música possui referências que fazem uma ponte entre as sonoridades negras da Jamaica, África e Brasil, evidenciando as comunidades de periferia e a defesa das tradições de matrizes africanas.

Quando: 17/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Mostras especiais de Raoul Peck e Spike Lee

Compassos morais e éticos da comunidade afro-americana ganham destaque nas mostras de cinema que a Fundação Clóvis Salgado, por meio do Cine Humberto Mauro, traz ao Inverno das Artes. Entre os dias 21 e 27 de junho será exibida a mostra do haitiano Raoul Peck. Já as obras do estadunidense Spike Lee, ficam em cartaz do dia 28 de julho a 17 de agosto. Em comum, a filmografia dos cineastas retrata o negro na sociedade contemporânea e sua forte contribuição na revisão do tratamento dado à comunidade afrodescendente.

Quando: 21/07/2017 a 17/08/2017
Onde: Cine Humberto Mauro no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: gratuito
Informações: (31) 3236-7400

 

Zezé Motta homenageia Elizeth Cardoso no show Divina Saudade

Os traços comuns entre Zezé Motta e Elizeth Cardoso vão além de serem mulheres, cantoras, negras e brasileiras. Mergulhadas em uma espécie de underground da vida musical carioca, Zezé e Elizeth emergiram com suas artes em um país marcado pelo machismo e pelo racismo. Todos esses universos estão retratados no espetáculo Divina Saudade. Assim Zezé Motta encarna uma diva que entoa temas do samba-canção falando de dores de amores.

Quando: 24/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Elza Soares em A mulher do fim do mundo

A maravilhosa  Elza Soares, apresentando ao público o aclamado disco A Mulher do Fim do Mundo, produção que rendeu à cantora o Grammy Latino de melhor álbum de Música Popular em 2016. O show que faria a abertura do Festival foi cancelado devido à “logística complexa na chegada da artista Elza Soares ao Brasil, após longa turnê pela Europa”.

 Histórias de dor, amor, paixões e sofrimentos da mulher e, em especial, da mulher negra, têm encantado o público nesta produção que conta apenas com canções inéditas, intigando o espectador à reflexão sobre a condição do indivíduo, em um ambiente violento, com críticas às realidades política e social do Brasil.
Quando: 28/07/2017
Hora: 19:00
Onde: Grande Teatro do Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 100,00 (inteira) | R$ 50,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Criolo com o show Espiral de ilusão

Lançado em abril de 2017, o álbum Espiral de Ilusão é um disco em homenagem ao samba. Nesse novo trabalho, o rapper Criolo reúne dez canções inéditas, sendo nove autorais, que foram compostas ao longo da carreira do artista. O álbum é baseado no universo poético do gênero musical mais característico da música brasileira.

Quando: 29/07/2017
Hora: 21:00
Onde: Grande Teatro do Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 80,00 (inteira) | R$ 40,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

Pela primeira vez, BH recebe o grupo carioca Não Recomendados

#NãoRecomendados é um show que reúne três autores intérpretes: Caio Prado, Daniel Chaudon e Diego Moraes. Todos inquietos e com a mesma vontade: questionar, provocar e transformar os padrões comportamentais e viciados da sociedade, com atuações que ultrapassam as discussões sobre conceitos de gênero.
Tanto as canções autorais como as releituras passam pela sensibilidade de Edu Capello, que soma ao trio arranjos que funcionam como uma quarta voz. Nada lembra o original, o óbvio; a regra é transgredir, encontrar novas formas de comunicar, provocar e atingir o público através das vozes e da sonoridade ímpar de cada arranjo.

Quando: 31/07/2017
Hora: 20:30
Onde: Sala Juvenal Dias no Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG
Quanto: R$ 40,00 (inteira) | R$ 20,00 (meia)
Informações: (31) 3236-7400

 

A programação completa está disponível aqui!

Deixe o seu comentário

Fabiane Rodrigues
Fabiane Rodrigues
Taurina, mãe de dois gatos e Mestranda em Estudos de Linguagem. Apaixonada por manifestações e produções culturais, questões sociais e o empoderamento da mulher negra. E, claro, stalker profissional, formada pelo ID Discovery!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *