Brasil Economia & Cultura

Vagas temporárias crescem na capital mineira para este fim de ano

Confira dicas para garantir a vaga definitiva em 2020

 

Segundo Relatório Econômico da Confederação Internacional de Trabalho Temporário e Terceirização (CIETT), o Brasil ocupa a segunda posição no ranking mundial de trabalhos temporários, perdendo apenas para os Estados Unidos. Enquanto isso, de acordo com o último levantamento divulgado pela CDL/BH, em 2019, o número de vagas temporárias deve crescer quase 25% em relação ao mesmo período de 2018.

 

Após o alto índice de desemprego, essa notícia traz otimismo para muitos trabalhadores. Nessa época do ano, muitas pessoas se preparam para se candidatar a uma das vagas oferecidas e mantém a esperança de conseguirem a permanência na empresa. Enquanto isso, empresários se sentem otimistas com a possibilidade de aumentar a equipe e otimizar o serviço.

 

A diretora da Top 10 Marketing e Promoção, Márcia Machado, se encaixa na categoria de profissionais que irão contratar mão-de-obra para o fim de ano. A empresária comenta que esse tipo de oportunidade é excelente, tanto para quem procura um emprego, quanto para as empresas. “É uma oportunidade de crescimento para ambos, pois para nós, empresários, esse é um momento que envolve pensar em novos projetos. Portanto, precisamos de pessoas capacitadas e dispostas a auxiliar nas demandas. Já para os trabalhadores, principalmente em uma época com alto índice de desemprego, as oportunidades são mais acessíveis e ainda trazem a possibilidade de efetivação”.

 

Expectativa

 

Um dos maiores desejos dos trabalhadores que conseguem uma vaga temporária é se estabelecer no emprego e ser efetivado. Márcia esclarece que as chances de alcançar esse objetivo são grandes. “O profissional precisa se dedicar e mostrar que continuará sendo valioso para a empresa, mesmo após o período temporário”, ressaltou.

 

Além disso, é importante lembrar que tudo deve ser feito com sinceridade e responsabilidade. “Não adianta fazer um monte de coisa ao mesmo tempo apenas para agradar o chefe. Na maioria das vezes, a produtividade cai e isso acaba causando efeito contrário. Faça o que realmente é possível para trabalhar com qualidade, sem a necessidade de se sobrecarregar ou causar insatisfações”.

 

Fonte: Márcia Machado, empresária, influenciadora digital e moderadora do Grupo Amor de Mãe BH. Casada, mãe de 2 filhos e boadrasta de 2 crianças (@grupoamordemaebh e @marciacmachado).

Deixe o seu comentário

Felipe de Jesus
Felipe de Jesus
- Editor e Administrador do portal do CulturalizaBH | - Jornalista/Colunista: Crítica Musical _______________________________________________________________________ Jornalista, Teólogo, Sociólogo, Letras (Literatura) e Bel. em Economia. Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação, Doutorado em Ciências Sociais e atualmente cursa Direito. Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música brasileira me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). _______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *