Colunas Literaliza BH Literatura Livros

Chapeuzinho Amarelo | Chico Buarque

Chapeuzinho amarelo é um clássico da literatura nacional infantil. Um sucesso de vendas que agrada crianças e adultos, em sua maioria pais, fãs do ícone Chico Buarque.

 

Chico que, aliás, é atualmente um dos principais representantes da literatura nacional. Foi agraciado recentemente com a premiação mais importante de língua portuguesa, o Prêmio Camões de Literatura pelo conjunto da obra. Já soma três Prêmios Jabuti e é autor de mais de 20 livros publicados. Destaque para os premiados: Estorvo (1991) – Prêmio Jabuti Livro do ano em 1992; Budapeste (2003) – Prêmio Jabuti Livro do ano em 2004; Leite Derramado (2009) – Prêmio Jabuti Livro do ano 2010.

 

Chico é um cantor escritor de sucesso, assim como vários outros que também emprestam seu talento para a literatura. Confira aqui, 10 cantores escritores que dão um showzaço na literatura.

 

O que esperar de um livro escrito por Chico Buarque e ilustrado por Ziraldo?

 

Muita poesia e ilustrações incríveis!

 

 

Chapeuzinho Amarelo conta a história da própria menininha conhecida popularmente como chapeuzinho vermelho, mas numa versão meio “amarelona”. É que essa chapeuzinho aqui morre de medo de tudo, inclusive de lobo e de coisas que nunca viu, até mesmo as imaginárias.

 

Só que ela não fica refém desse perrengue não, alguns momentos de tristeza que passam rapidinho, e muitas rimas fofas depois, nossa heroína mostra que encarar os desafios de frente, com determinação e persistência, são alguns ingredientes para vencer a batalha contra os medos, sejam fictícios ou bem reais.

 

É uma história bonitinha que dá pra tirar várias lições para as crianças como coragem, determinação, discernimento para entender a diferença entre real e imaginário,  além de Claro, pegar um gancho da fábula original e se aprofundar nas histórias infantis.

 

As ilustrações são lindas. O livro é curtinho, mas com uma carga de ensinamentos enorme. 

Se uma geração brasileira conhece o Chico Buarque por suas pelas canções, certamente a geração 2000 o conhecerá como escritor premiado.

Gosta de literatura? Confira também: 

 

Quarto de despejo  – Diário de uma favelada

7 livros infantis que ensinam muito a pais e filhos

Harry Potter 20 anos! A experiência de leu depois dos 30 anos

Grandes incentivadoras da literatura, bancas de jornal e revista resistem ao tempo

Clube de Leitura das Minas valoriza a literatura feminina e empodera leitores em BH

Clube de Leitura do Belas preza pelo ineditismo e outras pouco conhecidas do grande público

 

Esta coluna é publicada invariavelmente as segundas, porque às vezes o livro é bem grande (rs)

Envie seu e-mail para a colunista: [email protected]

Quer saber mais sobre literatura acesse: www.literalmenteuai.com.br

Deixe o seu comentário

Elis Rouse
Elis Rouse
Sou Elis, não sou Regina; sou do interior e amo a capital; sou jornalista, mas não trabalho em jornal; amo ler, sonho escrever; dicas vou dar, dicas quero receber; experiências vamos trocar; literatura brasileira vamos amar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *