Culturaliza Literatura Poesia

Poetiza BH: Badalos

Em tudo que tocar
Seja cor
Fundo
Revolva bem os cachos
Do cabelo
Da uva
E beba
Deixe-se entornar
Talvez à margem
Da pele
Escute
Ressoa pelas esquinas
Tenha atentos os ouvidos
Nas gotas
Quando brotam de dentro
  A partir do tempo
Funda-se
Não há esquina que não guarde
Logo ali
Hipótese de canção
Dobre os sinos
Amar é sempre estrondo
Sem hora marcada…

 

Fotografia e poesia: Bernardo Nogueira

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *