Colunas Culturaliza Literaliza BH Literatura Livros

Quer conhecer O Safado do 105?

Antes de qualquer coisa, o objetivo desta coluna é dar dicas de livros brasileiros e essa colunista que vos fala não está louca. Mila Wander é brasileiríssima, nasceu e mora atualmente no Recife e é uma das expoentes da literatura erótica no Brasil. Só “O Safado do 105” conquistou mais de 4 milhões de leituras na plataforma digital Wattpad. Mila também é autora dos livros: “Meu Conselheiro de Luz”, “Dominados” e a trilogia “Despedida de Solteira”, que já entraram para a minha lista. “O Safado do 105” é o primeiro livro da escritora que leio e correspondeu as minhas expectativas. É um erótico gostoso de ler, são 500 páginas de muita safadeza, com pitadas de drama, humor e pasmem, poesia.

 

 

Tudo começa quando Raissa decide sair da casa onde mora com os pais, irmãos, sobrinha e avó, em busca do sossego e da liberdade que tanto sonhou. Ela se muda para a casa 104, liberdade ela tem, mas o sossego é quebrado por conta da atividade sexual intensa sinistra do morador da casa geminada de número 105. Raissa, que é uma mulher bem resolvida sexualmente, se vê incomodada e interessada pelo vizinho gato, que tem o costume de desfilar pelo jardim trajando apenas uma cueca Calvin Klein marcante. Tão memorável que Raissa se apropria da marca para chamar o safado de Calvin, esse mistério envolvendo o nome se torna um joguinho entre os dois e desperta a curiosidade do leitor. Que nome terá o cafajeste do 105? O mistério só é revelado no finalzinho do livro. A química entre os dois é certa e a escritora consegue passar para os leitores esse desejo sexual que paira entre o casal. O envolvimento é questão de poucos capítulos.

 

 

Sempre gosto de dizer que o diferencial dos eróticos brasileiros é a atitude e a postura das mocinhas. Raíssa é esperta, inteligente e muito decidida. Todas as suas atitudes são bem articuladas. Ela tem consciência da safadeza do rapaz e de onde está se metendo. Gosto disso e também do fato de ele assumir essa condição e não tentar em momento algum enganá-la. Calvin tem problemas e traumas que vão justificando suas atitudes ao longo da história. Confesso que tive mais dó do que raiva dele, embora eu não goste de histórias que girem em torno de traumas. A relação dos dois é conturbada e ao mesmo tempo singela. A leveza fica por conta dos poemas da escritora Clarice Lispector que permeiam praticamente todos os capítulos nos diálogos e citações da Raissa e do Calvin.

 

As cenas de sexo do livro são bem escritas e atenção amigas, “super detalhadas” e quem gosta do gênero vai se esbaldar. É um romance brasileiro com referências e citações a nossa cultura como programas de TV, música e personalidades. Os personagens têm uma rotina normal, saem todos os dias para trabalhar, vão ao supermercado, ficam doentes, visitam suas famílias e precisam adaptar os seus dias folga para viver as histórias do livro. Vale a pena conhecer a literatura erótica brasileira, e esta é uma excelente oportunidade!

 

Motivos para ler “O Safado do 105” –  Mila Wander:

  • Erótico na medida;
  • História simples com poucos personagens;
  • Linguagem popular;
  • Envolvente;
  • Aborda várias questões cotidianas.

 

Esta coluna é publicada aqui, todas as segundas!

Envie seu e-mail para a colunista: elisrouse@culturalizabh.com.br

Deixe o seu comentário

Elis Rouse
Elis Rouse
Sou Elis, não sou Regina; sou do interior e amo a capital; sou jornalista, mas não trabalho em jornal; amo ler, sonho escrever; dicas vou dar, dicas quero receber; experiências vamos trocar; literatura brasileira vamos amar!

One thought on “Quer conhecer O Safado do 105?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *