Analise Colunas Crítica Musical Culturaliza

Há quase 30 anos Michael Jackson reinava nas paradas musicais com o álbum ‘‘Dangerous’’

Trabalho vendeu mais de 50 milhões de cópias; “Jam”, “Why You Wanna Trip on Me”,  “In the Closet”, “Black or White’’, “Heal the World”,”Give In To Me” e “Keep The Faiht” são alguns dos hits

Coluna: ‘Crítica Musical’
Jornalista | Colunista & Editor
Felipe de Jesus
Siga: @felipe_jesusjornalista 

No final dos anos de 1980, o cantor Michael Jackson era um dos nomes mais fortes na música com “Thriller (1982)” e “Bad (1987)”. Mesmo com tanto sucesso, provar que seu som “ainda’ poderia fazer a diferença nos anos de 1990, era o grande desafio, mas com “Dangerous (1991)”, ele conseguiu! O álbum vendeu mais de 50 milhões de cópias trazendo influências da R&B / Rock e um toque de Tchaikovsky.

O disco mostra pela capa que faria história, já que a icônica ilustração de Mark Ryden faz referências a diversas fases do cantor. Mas no quesito música, ele também fez história! Com a faixa “Jam” ele traz elementos do som urbano. O vidro quebrando é estarrecedor e a letra mais ainda! Já em “Why You Wanna Trip On Me” (minha predileta), temos um solo de guitarra ao estilo das grandes bandas de Rock! Na estourada “In The Closet”, teríamos um duo com Madonna, porém, não aconteceu. Mesmo assim, foi um sucesso! Com “She Drives Me Wild” os sons urbanos chegam acompanhados pelos backing vocals.

O disco “Dangerous” no formato vinil – duplo – Crédito: amazon.com

Dando sequência temos o hit “Remember The Time” que traz no clipe, Eddie Murphy, Magic Johnson e a bela modelo Iman. Já em “Can´t Let Her Get Away”, temos o Pop sintetizado de MJ. Para mostrar que ele ainda tinha mais, “Heal The World” (uma das mais belas canções de MJ), chega com uma mensagem de consciência! Em “Black Or White” mega hit, Slash faz uma junção única com o Rei do Pop. Daí para frente: “Who Is It”, “Give In To Me”, “Will You Be There” (hit disparado), “Keep The Faith”, “Gone Too Soon” e “Dangerous”.

Avaliação |

Impossível não se entregar a explosão de “Dangerous (1991)”. Dele indico as faixas: “Jam”, “Why You Wanna Trip on Me”,  “In the Closet”, “Black or White’’, “Heal the World”,”Give In To Me”, e “Keep The Faiht” que são ótimos hits. Comprei quando eu tinha 13 anos e na época ele já era o primeiro disco com sete singles na Billboard. Assim, merece nota cinco (máxima), já que é uma das obras mais icônicas dos anos de 1990. Poucos, ou quase nenhum artista conseguiu atingir sua proeza. 

 

Fotos: Michael Jackson 
Até a próxima Crítica Musical.
A coluna é publicada neste espaço toda semana

 

Se você ainda não ouviu o  álbum “Dangerous (1991)”
de  Michael Jackson, confira! 

 

Deixe o seu comentário

Felipe de Jesus
Felipe de Jesus
- Editor & Administrador (financeiro) do portal do CulturalizaBH/Portal UAI | - Jornalista/Colunista: Crítica Musical. _______________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). _______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *