Colunas Dicas Literaliza BH Literatura Livros

Movida pela ambição – Eliana Machado Coelho e o espírito de Schelida

Este é o primeiro livro espírita que leio e confesso que, muitas vezes por ignorância tive preconceito pelo gênero. Mas como diz minha sábia mãe “ a gente paga língua todo dia”, e comigo não poderia ser diferente. O livro é maravilhoso, cheio de ensinamentos independente de qual religião você seja. Com certeza mais literatura espírita vai entrar na minha meta. “Movida pela ambição” é uma parceria entre o espírito Schelida e a escritora Eliana Machado Coelho. Juntas já possuem mais de 15 obras publicadas. Que essa parceria de sucesso continue nos brindando com histórias marcantes.

“Movida pela ambição” conta a trajetória de vida de Vitória que, desde a infância é obcecada para conseguir ter uma vida melhor. Vivendo na extrema pobreza no interior de Minas, na casa de Vitória faltava de tudo, desde comida a higiene básica. Quando começa a trabalhar como babá na casa de um fazendeiro, ela conhece um mundo completamente diferente do que sempre viveu e a partir daí ela inicia uma busca incessante para fugir daquela vida de sofrimento, incluindo no pacote renegar a própria família e abandonar o seu grande amor. Acontece que toda escolha tem suas consequências, e o livro acompanha o resultado de cada uma delas na vida de Vitória e aqueles ao seu redor. O peso na consciência e o remorso conduzem Vitória a uma jornada em busca da redenção.

Apesar de se passar em outra época, o livro apresenta dramas pertinentes aos vividos pelas famílias dos dias de hoje, como alcoolismo, drogas, traição, doenças e violência doméstica. O livro é bem escrito, a leitura é simples e flui rapidamente. Gostei da edição com letras e espaçamentos grandes. As descrições dos cenários são profundas e te levam pra dentro da cena. Em muitos momentos senti os cheiros da casa de Vitória e a agonia de viver naquela pobreza. É um livro que desperta os mais diversos sentimentos no leitor. Não falta emoção e reviravoltas. Minha relação com a Vitória foi de amor e ódio, ao mesmo tempo em que aprovava eu abominava algumas de suas ações. No fim, o que vale são os ensinamentos através da história que são facilmente notados no nosso dia a dia. 

Esta coluna é publicada aqui, todas as segundas!

Envie seu e-mail para a colunista: elisrouse@culturalizabh.com.br

 

Deixe o seu comentário

Elis Rouse
Elis Rouse
Sou Elis, não sou Regina; sou do interior e amo a capital; sou jornalista, mas não trabalho em jornal; amo ler, sonho escrever; dicas vou dar, dicas quero receber; experiências vamos trocar; literatura brasileira vamos amar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *