Literatura Livros Poesia

Feira Textura recebe lançamento de livro de prosa e verso “Jurema” neste sábado (16/02)

Neste sábado (16/02), de 11h às 17h, será realizada a Feira Textura, no Agosto Butiquim (rua Esmeralda, 298 – Prado), dentro da programação do Verão Arte Contemporânea (VAC), em sua 13ª edição. Uma ótima ocasião para o lançamento de um livro de prosa e verso chamado “Jurema” que trata sobre acontecimentos fadados a desaparecer, publicado pela editora Impressões de Minas

 

“Jurema” é feito de contos e poemas de escritoras estreantes e já publicadas: Beth Fontenelle, Carina Gonçalves, Glau Nascimento, Isabelle Chagas, Olívia Gutierrez, Thaís Campolina e Viviane Moreira. De acordo com Isabelle Chagas, tudo começou durante a oficina “Escrevendo o Cotidiano”, ministrada por Carina Gonçalves, que também é uma das escritoras de “Jurema”. “Muitos dos textos presentes na publicação nasceram a partir de exercícios propostos nesses encontros, em que nós buscávamos deslocar o olhar comum para o cotidiano, o banal, as coisas simples. Depois de muitas conversas e trocas entre as participantes, decidimos que queríamos colocar esses textos no mundo. O processo durou mais ou menos um ano.” completa a autora. 

 

Definindo o livro como “puro desejo transformado em textos”, Isabelle afirma que o principal objetivo é celebrar o momento de produção dos textos a partir de trocas entre as autoras. A apuração de sensibilidade do que pode passar despercebido como os “personagens” da vida real e o poético do banal são expressados nos diversos versos presentes no livro. 

 

Com tantas autoras diferentes, a publicação busca a conexão por meio de encontro e acasos acontecidos durante as vidas: “A Jurema condensa contos e poesias, com estilos e ritmos muito variados, mas que se conectam pela busca de fazer o cotidiano persistir e resistir, ‘transformar o descartável em imprescindível’, como bem definiu a Carina na apresentação do livro.”

 

As autoras 

 

As sete autoras são mulheres de lugares e contextos muito variados. Algumas já tiveram o momento de estreia na literatura como a Carina, que lançou “Seu Vicente não existe” (Impressões de Minas), em 2017, e “nada acontece” (Urutau), publicado em 2018; Olívia Gutierrez  que publicou “Estar onde eu não estou” (Crivo), em 2018  e Thaís Campolina, que participou da primeira antologia Conto Brasil (Editora Trevo), publicada em 2019. Já as autoras Beth Fontenelle, Glau Nascimento, Isabelle Chagas e Viviane Moreira, têm na “Jurema” seu momento de estreia. 

 

Lançamento da Jurema na Feira Textura, Verão Arte Contemporânea (VAC)
 
 
Quando: 16 de fevereiro (sábado)
Horas: das 11h às 17h
Onde: Agosto Butiquim, rua Esmeralda, 298 – Prado, Belo Horizonte (MG) 
Valor do livro: R$25 (à vista, débito ou crédito)

Deixe o seu comentário

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *