Perfil

Perfil: O talento e a representatividade importante de Azzula

Quem: Azzula 

 

Natural da Zona da Mata mineira e residente de Belo Horizonte desde a infância, começou sua carreira, ainda como Sam Luca, integrando o elenco de diversas peças de teatro. 

 

O trabalho como drag queen possui uma trajetória conhecida que reforça a necessidade das produções artísticas negras, periféricas com recorte LGBTQI+ e vem sendo destaque em vários espaços e eventos produzidos na capital mineira. 

 

No dia 14 de maio, Azzula lançou o seu primeiro EP e primeiro trabalho solo intitulado “Fera”, que é dedicado inteiramente às reflexões entre o caos e o amor, que se entrelaçam no dia a dia e no tempo das relações humanas. 

 

O EP FERA é um apanhado de composições que dialogam com as várias formas de afeto. Um  álbum que foi construído com várias mãos e com as minhas vivências enquanto artista,  em um encontro com as vivências do fazer DRAG enquanto Azzula. É sobre cuidado, autocuidado e  empoderamento. Este EP traz um passo grande enquanto  artista periférica, ele é cercado de muita força, emoção em todas as músicas e arranjos.  É um disco que diz sobre todes, todas e todos enquanto sociedade que está à margem. É  uma busca de inserção, não apenas profissionalmente, mas enquanto arte existente acima do censo geográfico.

Reforça a artista

 

O trabalho conta com três faixas inéditas e autorais chamadas “Suor”, “Fera” e “Agora”. O primeiro clipe, já lançado, é o da faixa “Agora” que contou com a direção de Bruno Senna (Storm Filmes)

 

As outras músicas também terão clipes que serão lançados ainda no primeiro semestre deste ano. 

 

Acompanhe o seu trabalho: @_azzula

Foto em destaque: Paulo Abreu

Deixe o seu comentário

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *