Carnaval

Compositores mineiros são concorrentes na disputa do G.R.S.E Império Serrano 2021

Para o próximo carnaval, o G.R.E.S Império Serrano apresenta o enredo ” Besouro Mangangá”, do carnavalesco Leandro Vieira. Em Minas Gerais a parceria intitulada “União Mineira”, formada pelos compositores: Bruno Cupertino, Vinícius Mineiro, Bobô da Cuíca, Leléo do Catumbi e Marcos Valente, são os representantes de Belo Horizonte na disputa. O resultado será divulgado 20 de novembro no dia da Consciência Negra.

Estudioso e atento ao cotidiano, Bruno Cupertino se destaca por uma escrita inteligente, rimas modernas, melodias diversificadas e o forte elo com a cultura afrobrasileira.

Além do samba, área de atuação, o compositor estabelece relação e parcerias com vários estilos, dentre eles: o choro, música instrumental, bossa nova, rap, forró e o jongo. Tal versatilidade, possibilitou ao compositor dividir palco com diversos artistas da capital e de outros estados.

 

G.R.E.S. IMPÉRIO SERRANO – CARNAVAL 2021

 ENREDO: “Mangangá”

Compositores: Vinícius Mineiro, Bruno Cupertino, Bobô da Cuíca, Leléo do Catumbi e Marcos Valente

 ***   LETRA DO SAMBA   ***

Olerê Camará, olê Camará

Oi abre a gira no jogo de angola, Camará!

Olerê Camará, olê Camará

Oi tem mandinga no Império Serrano, saravá!

Capoeira de corpo fechado,

Na reza patuá, encanteria,

Imperiano de punho cerrado,

Teu canto é o sagrado chão da Bahia!

Vem coroar Manoel Pereira, Rei Mangangá!

Mestre Besouro, espelho fiel de Oranifé,

Sentinela contra a tirania, abençoado pelas Yabás,

Assentado no toque de Idalina,

História de amor e fé, liberdade e valentia!

Nas batalhas das encruzilhadas,

Bará Onan, abriu caminhos,

No fogo da fúria de Ogum,

A chama da rebelião que se acendeu,

Quem te quebrou para São Caetano sofreu,

O peso do seu cordão!

Bate tambor, Olê Camará Olê

Bate tambor, Olê Camará Olê (2x)

 Em Santo Amaro, sambou o samba de roda,

Festejou em Cachoeira, umbigada em Nazaré,

Cantou mirongas, afoxé, fez fuzuê,

Herança de Mestre Alípio, berimbau, maculelê!

Zum zum zum rabo de saia,

Zum zum zum kerekekê,

Foi de “tucum”, foi de tocaia,

Êta Besouro pra viver! (2X)

Eternizado por cordéis,

E Ladainhas da lapinha,

Cordão de Ouro,

Império vem resgatar,

Denunciar, que a vida negra ainda é luta,

Moa do Katendê, é resistência,

A alma sangra, mas não vai se curvar!

 

Siga o artista nas redes sociais:

“Canto Forte”! Disponível em todas as plataformas digitais

Spotify: https://open.spotify.com/artist/2RwBpMqLtAGEbdWWPgQ65Y?si=JcL0UhZCTaCFM8A4-4bsYg

Instagram: @brunocupertino.oficial

https://www.instagram.com/brunocupertino.oficial/?hl=pt-br

Facebook: Bruno Cupertino Oficial

https://www.facebook.com/brunocupertino.oficial/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCloHOFnyYRQfbb8BLgz0LPg

Deixe o seu comentário

Ycaro Rodarte
Ycaro Rodarte
Mineirinho do interior que torce para o São Paulo e adora o Rock in Rio. Dependendo do dia, apenas a melhor pessoa que você vai conhecer hoje.
http://culturalizabh.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *