Cinema Destaque Em cartaz Gratuito ou a baixo custo

6 filmes que são destaques na mostra Stephen King do CCBB-BH

Você que acompanha o Culturaliza BH já está sabendo que o Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte – CCBB BH está recebendo a mostra “Stephen King: O medo é seu melhor companheiro” até o dia 22 de março

 

Ao todo, são 52 produções, entre filmes, telefilmes e minisséries, baseadas nas obras do autor, além de cinco filmes, que foram referência para seu trabalho. 

 

É possível assistir aos filmes de forma online e gratuita, por meio da plataforma Darkflix,  ou presencialmente com ingressos que podem ser comprados no site Eventim. O valor é R$10 (inteira) e R$5 (meia-entrada)

 

Todos os filmes selecionados são ótimos, mas separamos neste post seis deles que são alguns dos destaques da mostra. Confira: 

 

Carrie, A Estranha (1976)

 

 

Nesta adaptação do romance de Stephen King, a quieta e sensível adolescente Carrie White enfrenta insultos dos colegas na escola e abuso em casa de sua mãe, uma fanática religiosa. Quando estranhos acontecimentos começam a acontecer em torno de Carrie, ela começa a suspeitar que tem poderes sobrenaturais. Convidada para o baile da escola pelo autoritário Tommy Ross, Carrie tenta relaxar, mas as coisas tomam um rumo sombrio e violento.

Classificação: 16 anos

Duração: 92 min

Em cartaz: 25/02/2021, às 19h | 22/03/2021, às 21

 

It: Uma Obra Prima do Medo (1990)

 

Em 1960, sete pré-adolescentes lutam contra um demônio maligno que se apresenta na forma de um palhaço assassino de crianças. Trinta anos depois, eles se reencontram para deter o demônio de uma vez por todas quando ele reaparece na sua cidade natal.

Classificação: 14 anos

Duração: 192 min 

Em cartaz: 07/03/2021, às 18h

A versão lançada em 2017  “It, a coisa” também está em cartaz no dia 08/03/2021, às 19h. 

 

O Iluminado (1980)

 

Jack Torrance se torna caseiro de inverno do isolado Hotel Overlook, nas montanhas do Colorado, na esperança de curar seu bloqueio de escritor. Ele se instala com a esposa Wendy e o filho Danny, que é atormentando por premonições. Jack não consegue escrever e as visões de Danny se tornam mais perturbadoras. O escritor descobre os segredos sombrios do hotel e começa a se transformar em um maníaco homicida, aterrorizando sua família.

Classificação: 16 anos

Duração: 120 min

Em cartaz: 03/03/2021, às 19h | 14/03/2021, às 14h 

 

Cemitério Maldito (1989)

 

Uma série de acontecimentos estranhos se inicia após a morte do gato da família Creed. Aos poucos eles percebem que um antigo cemitério, que fica nos fundos da casa, pode ter ligação com esses eventos.

Classificação: 16 anos

Duração: 103 min

Em cartaz: 12/03/2021, às 19h | 21/03/2021, às 15h (sessão com legenda descritiva. Entrada gratuita)

 

Doutor Sono (2019)

 

 

Na infância, Danny Torrance sobreviveu a uma tentativa de homicídio por parte do pai, um escritor perturbado pelos espíritos malignos do Hotel Overlook. Já adulto, traumatizado e alcoólatra. Danny se estabelece em uma pequena cidade, onde consegue um emprego no hospital local. Sua paz, porém, está com os dias contados a partir de quando cria um vínculo telepático com Abra, uma menina com poderes tão fortes quanto aqueles que ele bloqueia dentro de si.

Classificação: 16 anos

Duração: 152 min

Em cartaz: 14/03/2021, às 18h30

 

Christine, o carro assassino (1983)

 

Arnie Cunningham compra um Plymouth Fury 1958, que ele chama de Christine. Ele então desenvolve uma obsessão doentia pelo carro, para o desespero de seu amigo atleta, Dennis Guilder. Depois do valentão Buddy Repperton desfigurar Christine, o carro se restaura perfeitamente e começa a matar Buddy e seus amigos. Determinado a acabar com as mortes, Dennis e a namorada de Arnie, Leigh Cabot, decidem destruir Christine.

Classificação: 18 anos

Duração: 109 min

Em cartaz: 11/03/2021, às 19h 

Deixe o seu comentário

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *