Belo Horizonte Culturaliza Destaque Economia & Cultura Eleições 2020 Portal UAI

Para todos: Fernando Meira da ONG quer fortalecer ainda mais os pontos ‘culturais e turísticos’ de BH

Para o candidato a vereador em BH pelo PODEMOS, a ideia é atrair o olhar do morador da cidade quanto dos turistas para os pontos culturais de BH; ele vai também ajudar os artistas locais do teatro e da música a terem mais oportunidades
“A história cultural brasileira jamais poderia ser tão rica se não tivesse a contribuição de BH” – [ Fernando Meira da ONG ]

Alguns setores importantes para o movimento da economia brasileira foram atingidos em cheio pela pandemia, entre eles a cultura. Teatros, parques, barzinhos, ou seja, toda esfera que tem algum tipo de ação cultural em Belo Horizonte, por exemplo, acabou sendo abalada. Por esse motivo, ter um plano para incentivar as pessoas a frequentarem mais e ao mesmo tempo, curtirem esses espaços turísticos e culturais após a pandemia, será uma responsabilidade que os candidatos a prefeito (a) ou mesmo a vereador (a), terão que ter em mente. Nesse sentido, o candidato a vereador em BH, Fernando Meira, mais conhecido como Fernando Meira da ONG (que tem um trabalho forte dentro das comunidades de BH, como o bairro Paulo VI, Montes Claros e outros da Região Nordeste), tem planos para incentivar a população a curtirem mais os pontos culturais e turísticos da cidade.

Em entrevista, Fernando Meira da ONG, candidato pelo PODEMOS, fala de alguns pontos importantes de Belo Horizonte que precisam ser valorizados ainda mais em 2021. Para ele, é preciso incentivar os moradores e turistas, pois, a cidade tem lugares que são extremamente culturais. “Vamos fortalecer e incentivar os turistas a comparecerem no Parque Municipal, que tem uma vegetação tropical e lagos. É uma atração popular que merece todo destaque! A ideia é renovar a vontade dos populares de estarem no parque, já que a história da cidade começou ali também. As colinas de BH também estão nesse plano, já que a ideia é viabilizar e incentivar os turistas juntamente com empresas de “Prática de Montanhismo”, a contemplarem a vista que tem lá de cima com total segurança. Ou seja, incentivar as pessoas conhecerem esses locais”, disse.

Segundo Fernando Meira da ONG, além dos parques e colinas, os museus também precisam ser mais valorizados como pontos culturais. Ou seja, mais conhecidos pelas pessoas. “Promover ações de visitações aos museus para que todos os belo-horizontinos e demais turistas possam conhecer os múltiplos aspectos da história da cidade. Os museus guardam a história da cidade e nada melhor do que conhecer cada parte da cidade através dessas visitações. Ou seja, ajudaremos a movimentar consequentemente a economia da cidade, já que muitas pessoas de fora terão o interesse em vir a cidade para conhecer. Vale dizer que a história cultural brasileira jamais poderia ser tão rica se não tivesse a contribuição de BH”, diz.

Incentivo para os artistas de teatro

O teatro também precisa ser mais valorizado conforme diz Fernando Meira da ONG. “Incentivar os artistas de teatros a criarem peças e terem seus espaços e peças divulgados com maior tempo e acessibilidade as pessoas mais carentes aos espetáculos, é uma meta! Criaremos núcleos de músicos que tenham intenção de participarem de orquestras e suas apresentações. Vamos ajudar os moradores das comunidades que se interessem a participar de um Sarau e citações de versos a terem mais chances. Ou seja, para nossos ‘poetas e poetisas’ que nunca tiveram uma oportunidade, possam mostrar o seu talento. A ideia também é viabilizar junto a Secretaria, bolsas de estudos para aqueles que se destacarem nessas atividades, ou seja, na apresentação de teatros, músicas.

Cantores que se apresentam em barzinhos

Aos cantores que se apresentam em barzinhos, Fernando Meira da ONG diz que vai ajudá-los, principalmente nas divulgações de seus trabalhos. “Vamos viabilizar uma maratona de shows para divulgação de seus trabalhos. Além disso, a valorização desses trabalhadores que tem levado a música aos diversos públicos e visitantes de nossa cidade. Essas são algumas da ideias para valorizarmos cada vez mais nossos pontos turísticos e claro, nossos artistas locais. A cultura e seus agentes merecem sempre toda a nossa atenção!”, conclui.

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *