Culturaliza Literatura Quarentena

5 obras de literatura brasileira escritas por autoras negras

A literatura deveria ser lugar de diversidade e representatividade e pensando em toda essa multiplicidade existente, trazemos sugestões de livros de diversos gêneros escritos por mulheres negras brasileiras.

 

 

Sobre-viventes!, de Cidinha da Silva

Um livro de crônicas atual e combativo, que traz reflexões profundas a partir de eventos do cotidiano. Racismo, machismo, homofobia e heteronormatividade são temas abordados nas mais diversas situações, seja nas relações interpessoais, na mídia ou nas instituições, de maneira leve, mas contundente.

 

 

Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves

 

Através desse romance histórico, somos apresentados à Kehinde, que nos conta sua história desde sua vida em Savalu, na África, até o momento em que foi capturada e trazida para o Brasil na condição de escravizada e como se estabeleceu nesse outro país. Ao mesmo tempo que a escrita é densa, principalmente por mesclar história e ficção, a narrativa é leve e nos prende, de modo que só conseguimos fechar o livro quando Kehinde termina de contar sua história.

 

 

Só por hoje vou deixar meu cabelo em paz, de Cristiane Sobral

Ao longo dos poemas que compõe a obra, Cristiane Sobral nos convida a refletir sobre diversos aspectos que compõe o ser negro em nossa sociedade. Estética, identidade, dor, luta, resistência, ancestralidade, altivez. prazer e resiliência estão presentes em cada uma das linhas deste livro.

 

Insubmissas lágrimas de mulheres, de Conceição Evaristo

Reconhecida como uma das escritoras brasileiras mais importantes da atualidade, Conceição Evaristo nos presenteia com 13 contos protagonizados por mulheres negras. Através da linguagem poética e cuidadosa da autora, somos apresentados a mulheres fortes, suas dores, suas alegrias e sua resistência diante da vida e, ao final da leitura, parece que leitor e personagens são velhos amigos.

 

Raízes – Resistência histórica, organizado pela Karine Oliveira

 

Essa antologia reúne contos e poesias de 20 escritoras que, em geral, se apresentam em slams e saraus. Além de toda valorização a ancestralidade e escrita altiva e potente que compõe a obra, é uma ótima forma de conhecer a escrita de autoras que, ainda, não estão presentes nos catálogos das grandes editoras.

 

 

Confira mais dicas de leitura na coluna Literaliza BH ou no site Literalmente, UAI!

 

 

Foto em destaque: Cidinha da Silva por Elaine Campos

Deixe o seu comentário

Fabiane Rodrigues
Fabiane Rodrigues
Taurina, mãe de dois gatos e Mestranda em Estudos de Linguagem. Apaixonada por manifestações e produções culturais, questões sociais e o empoderamento da mulher negra. E, claro, stalker profissional, formada pelo ID Discovery!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *