Brasil Economia & Cultura

Redes sociais: recrutadores analisam redes antes de contratação

Foto: Ativa Foto e Vídeo

Especialista explica que profissionais estão de olho no Facebook e Instagram

Nem só de LinkedIn vivem os profissionais de RH. Os recrutadores também estão de olho em outras redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter. É o que explica a consultora de carreira Janaína Fidelis. De acordo com a especialista que atuou por mais de 15 anos em RH, os profissionais de recrutamento e seleção estão investigando as mídias sociais para “ter uma ideia mais precisa sobre quem você é”.

“O LinkedIn já deixou de ser a única fonte consultada por recrutadores e empresas ao analisar o perfil de potenciais candidatos a uma vaga. A rede social profissional apresenta informações sobre qualificações, experiências e formação. Mas, nas outras redes sociais que recrutadores e empresas pesquisam sobre preferências, padrões de comportamento e valores dos candidatos”, diz.

Janaína reforça que tudo que se posta nas mídias sociais, forma uma imagem para o mercado de quem nós somos. O ideal é usar as redes a favor e criar uma marca pessoal de maneira adequada.

Confira algumas dicas:

  • Seja coerente: transmita a mesma mensagem em todos os canais. Não adianta você fazer uma postagem sobre respeito no LinkedIn e responder de forma desrespeitosa a uma comentário feito em seu perfil no Instragram;
  • Atenção ao que posta: nas redes não é possível separar o que é pessoal do profissional. Tudo que você posta diz respeito a você.
  • Poste conteúdos que possam identificar uma sinergia com os valores que você pratica e acredita. Isto aumentará suas chances de ser encontrado por uma empresa que tenha maior aderência ao que você busca.
  • Você não precisa deixar de omitir sua opinião sobre temas considerados críticos, mas atenção a como faz isto. Lembre-se que seus posts revelam o que você pensa e como se comporta.
  • Cuidado para, em uma situação pontual, não usar palavras que não fazem parte do seu vocabulário. Esta pode ser justamente a postagem vista pelo recrutador.
  • Não crie nas redes sociais uma imagem de quem você não é e seja transparente no momento de uma entrevista. Não adianta você dizer que não fuma em uma entrevista de emprego e postar em uma rede social uma foto com um cigarro na mão.
  • Atenção ao que escreve. Como você se comunica, as palavras que usa, como responde a um comentário podem expressar como você se relaciona.
  • Quem você segue pode demonstrar suas preferências. Portanto, cuidado ao seguir perfis que não estão alinhados ao que você pensa e quer demonstrar.

Deixe o seu comentário

Felipe de Jesus
Felipe de Jesus
- Editor & Administrador (financeiro) do portal do CulturalizaBH/Portal UAI | - Jornalista/Colunista: Crítica Musical. _______________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). _______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *