Culturaliza Destaque

BH vai receber ainda mais intervenções urbanas, vem a 2ª edição do TAU – Território Arte Urbana

Belo Horizonte vai receber ainda mais intervenções urbanas!!! Dessa vez serão nos bairros Santa Tereza e Horto, na Região Leste que receberão a 2ª edição do TAU – Território Arte Urbana. Nesta edição, foram selecionados pelos curadores Karina Felipe e Binho Barreto 17 artistas individuais e uma dupla, somando 19 artistas de BH e de São Paulo que realizarão trabalhos de diferentes linguagens e suportes como pinturas, graffitis, instalações, esculturas, lambe-lambes e fotografias.

 

Um circuito com 11 obras será realizado pelas ruas dos bairros, culminando na Praça Joaquim Ferreira da Luz (Rua Conselheiro Rocha, 2845), onde serão realizadas mais sete obras no muro do metrô que circunda a parte baixa do bairro Santa Tereza. Os trabalhos ficarão expostos para visitação de 21 de julho a 01 de setembro. Quem passar pelos locais durante o festival poderá acompanhar os artistas realizando ao vivo os seus trabalhos.

 

Cris Rodrigues Bar | Foto: Ceres Canedo

 

 

 

Os artistas realizarão as intervenções visuais nas fachadas de bares e comércios dos bairros e no muro do metrô. Entre os artistas belo-horizontinos estão Alex Oliveira, Ártemis Garrido Dias, Bel Morada, Bruna Lubambo, Caio Ronin, Catapreta, Helder Cavalcante, Jão Gabriel, Laura Loli, Rizza Furtelli Bomfim, Skap, Sol Kuaray, Spunk, Thiago Penna Trópia, Urso e Zé D Nilson. A dupla paulistana Clarissa Caldeira e Marina Aravani fará uma intervenção na Zona Last, e Jan De Maia Nehring, também de São Paulo, realizará uma escultura no Bartiquim.

 

A curadoria da 2ª edição do TAU – Território Arte Urbana selecionou as ideias mais adequadas ao projeto, tendo como norte cultural as temáticas abordadas, a diversidade de técnicas e a adequação aos locais escolhidos para o desenvolvimento das obras nas fachadas.

 

Tivemos o cuidado de pensar numa expografia embasada na diversidade de técnicas e linguagens das artes visuais possíveis para o espaço público, com obras que convidam a interação e a participação dos transeuntes do bairro, e outras que permitem uma provocação crítica sobre arte na rua. Além disso, o conjunto de obras selecionadas foi definido a partir de um pensamento que levou em consideração um cuidado especial com a memória e as características de cada estabelecimento, bem como pelo bairro e seus moradores.

 

Explica a Karina Felipe.

 

Ainda de acordo com Binho Barreto, também curador, “dois pontos importantes no pensamento curatorial foram a ideia de arte na rua, não segmentando as expressões em uma vertente específica sob a nomenclatura ‘arte urbana’, e os tipos de interação que as propostas apresentavam para os espaços, levando emconsideração a articulação com os bairros Santa Tereza e Horto”. 

 

Onde: Bairros Santa Tereza e Horto, BH/MG: Rua Mármore, Rua Quimberlita, Rua São Gotardo, Rua Paraisópolis, Rua Salinas, Rua Pirite, Rua Silvianópolis, Rua Conselheiro Rocha, 2845 e R. Pouso Alegre, 2952 – Horto

 

Execução das obras12 a 21 de julho

Mostra aberta ao público: 21 de julho a 1o de setembro

Realização: Mercê Soluções Culturais

Mais informações no site: www.territorioarteurbana.com.br

 

 

 

Foto em destaque: Ceres Canedo

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *