Gratuito ou a baixo custo Teatro

Musical Adulto – 45ª Campanha de Popularização do Teatro & Dança

*A programação pode ser alterada a qualquer momento pelas produções dos espetáculos ou pelo Sinparc. 

 

*Espetáculos exibidos em ordem alfabética 

 

Francisco – Mariana Arruda numa noite de Chico Buarque

 

Um mergulho na obra de Chico Buarque na voz da atriz e cantora Mariana Arruda, do Grupo Maria Cutia de Teatro. No repertório, interpretações de canções que versam a lábia masculina, que cantam suas amadas e as infinitas relações destes amores baratos e mambembes como “Trocando em Miúdos”, “Suburbano Coração”, “De Todas as Maneiras”, “Flor da Idade” e sambas como “Logo Eu”, “Bom Tempo” e outras canções do Chico.

 

Onde e quando: 17/02/19 – Sesc Palladium | Quanto: R$18| Classificação:  Livre | Tempo: 90 minutos | Ingressos: Sinparc

 

 

 

 

De tempo somos – um sarau do Grupo Galpão

 

 

Com esse trabalho, o Galpão realiza um sonho antigo de celebrar, com o público, o encontro do teatro com a música, tão presente na trajetória de 35 anos da companhia. Em cena, o grupo propõe um novo formato de espetáculo e se apresenta num sarau de canções, poesia e festa.

 

 

Onde e quando: 19 e 20/01/19 – Sesc Palladium | Quanto: R$18 | Classificação:  Livre | Tempo: 70 minutos | Ingressos: Sinparc

 

 

 

 

Nas ondas do rádio

 

 

Toda beleza e glamour da época de ouro da “Rádio Nacional”, a maior emissora de rádio do Brasil nos anos 50. O espetáculo Musical resgata nos palcos da cidade, o teatro de revista. Vedetes, atores, cantores e comediantes fazem do espetáculo uma ótima opção para quem quer se divertir. Acompanhado de um requintado figurino, repleto de plumas, luzes e uma sofisticada trilha sonora. Um espetáculo para todas as idades.

 

Onde e quando: 26/01/19 e 19 e 20/02/19 – Centro Cultural Minas Tênis Clube e Palácio das Artes | Quanto: R$18 | Classificação:  Livre | Tempo: 90 minutos | Gênero: Comédia | Ingressos: Sinparc

 

 

 

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *