Culturaliza Literatura Poesia

Poetiza BH: Amor no Altar

Você sempre chegava
E ao menor sinal
Ia
Entre suas vias
Várias vezes, o tempo
Descuidado
Nos fazia encostar
E como cantou um Chico
Desviava o caminho
E era só encontração
Sabe, o céu já está de novo mudando a cor
E de cor
A assaltar toda a razão
Tornando em azul seus passos
Você sempre chegava
E hoje pela manhã
Não houve mais o tempo verbal
Posto que amor
Isso que nunca acontece
Só quando você chegava
No momento da invenção
Onde não há escolha
Nem “pecado e nem perdão”

 

Poema de Bernardo Nogueira

Foto: Wagner Correa

Instagram: Café de Imagens

Deixe o seu comentário

Bernardo Nogueira
Bernardo Nogueira
Professor da Escola de Direito do Centro Universitário Newton Paiva, mestre em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, doutorando em Direito pela PUC/MG, autor dentre outros dos livros: "Cinema com Filosofia", "FOTOcontinuo", "Avôrio", "Direito e Literatura". Talvez poeta...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *