Culturaliza Dicas Réveillon 2018

Grande BH terá festas de Réveillon voltadas para o público LGBT

Está chegando o grande momento de deixar 2017 para trás e entrar com tudo em 2018. O que não falta na Grande BH é opção de festas para comemorar a chegada do novo ano. Serão diversas festas voltadas para o público LGBT com a presença de DJs de várias partes do país, queima de fogos e decoração e iluminação especial. Todos os eventos são open bar e open food, com cardápio que varia de festa para festa. Listamos algumas para você.

 

* No Estação 2000, a festa fica por conta da animação de Carlinhos Brasil, Layde Nycoly e Katielle, além dos Djs Marcelo Loop e Max Maxine. Ingressos: R$100.

 

* Já na Festa da Cueca Branca, a celebração da virada do ano é no misto de hotel e sauna gay 269 Chilli Pepper. O espumante será gratuito durante uma hora. Os ingressos custam a partir de R$65 (armário), R$168 (quarto), R$199 (suíte vermelha), R$239 (suíte júnior), R$279 (suíte residencial).   

 

* Ainda no clima de Réveillon, a Josefine & Jurerê 40 graus promete 25 horas de festa com espaço air para até 1 mil pessoas na Orla da Pampulha. A cantora Lorena Simpson será uma das atrações musicais. Outros 16 DJs agitam a noite. Os ingressos custam R$195,00.

 

* Mahal e Sense se unem para proporcionar uma festa inesquecível no centro de eventos Niágara, em Nova Lima. Serão diversas atrações divididas entre o espaço Mahal e o espaço Sense. A festa promete decoração e iluminação caprichadas, queima de fogos, rodada de espumante, open bar e open food. Os ingressos custam R$220 + taxa no Sympla.

 

* Na virada do Gis Mais, o show fica por conta de Perefect e Kharen Moore, além dos DJs Alisson Gomel, Lucas Sousa e Pedro Dias. O open bar terá vodca com energético refrigerante e água para ingressos de pista. O camarote tem outras opções como espumante. Os ingressos custam R$80 (pista) e R$120 (camarote).   

Deixe o seu comentário

Bárbara Andrade
Bárbara Andrade
Mineira de BH e leonina nascida em agosto, Bárbara é uma jornalista apaixonada pelas palavras. Seu humor pode ser definido por meio de trilhas sonoras. Em seus melhores dias não podem faltar artistas como David Bowie, Raul Seixas, Cazuza e Amy Winehouse, além de sua banda favorita: The Smiths. A literatura é seu passatempo predileto e, em momentos de inspiração, essa garota de 23 anos se arrisca a escrever suas próprias histórias. Viciada em séries e filmes, Bárbara acredita que quase tudo nesta vida se resolve com uma boa caneca de café (com açúcar, por favor).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *