Colunas Destaque Rolê Fotográfico Turismo

Rolê Fotográfico: Belo Horizonte

Tudo bem, meu povo lindo? Venho até vocês com mais uma coluna do nosso rolê de sempre, porém esse será especial. No último dia 12, nossa amada e maravilhosa Belo Horizonte completou 120 anos de vida. E na coluna deste mês de dezembro o tema será a cidade.

 

Que lugar!

 

A altitude de Belo Horizonte é de 852 metros acima do nível do mar, tem quem diz que quem vive aqui está mais perto das nuvens. Nossa população é de 2,5 milhões de habitantes, para se ter uma ideia, é um milhão a menos que toda a população do Uruguai. Estamos na lista das 50 maiores metrópoles do mundo – essa é pra galerinha que adora chamar BH de roça – e a sexta maior cidade do país. Além disso, em abril de 2017 Belo Horizonte ficou em 4º no ranking das melhores capitais do Brasil segundo a revista Exame. Aqui é arborizado – daí o carinhoso apelido de cidade jardim – muitos cruzamentos de avenidas é uma praça, aqui respiramos cultura (olha a referência), nossa gastronomia é rica e somos a capital mundial dos bares. Segundo a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) BH conta com 22 mil estabelecimentos – uma média de um bar para cada 100 pessoas – Nossa cidade é isso e muito mais!

 

Embora eu não esconda a minha paixão por certas cidades do nordeste do país, eu não troco Belo Horizonte por nenhum outro lugar do mundo, inclusive está registrado na minha descrição do site. Me sinto privilegiado por viver aqui. Quando recebo amigos de outros estados, faço questão de levá-los nos pontos turísticos e outras atrações que a cidade oferece. No início do ano passado, a fotografia entrou na minha vida e as primeiras coisas que comecei a retratar com minha câmera foram os  lugares mais famosos de BH. Fotografei a Praça da Liberdade, a Praça do Papa, depois a área central, até que me vi subindo até os terraços dos prédios para fazer fotos panorâmicas.

 

Tenho pavor de altura. Mas meu desejo de fotografar BH do alto me faz criar um pouco de coragem. Fiz essa foto no terraço do Edifício Mesbla, no comecinho da Afonso Pena

 

Atrás da câmera passei a enxergar Belo Horizonte com um olhar totalmente diferente. Eu consigo sentir o cotidiano, o movimento, as cores, os traços, tudo de uma forma mais apurada, por isso a ideia de escrever aqui todos os meses. E como já disse no início do texto, essa coluna será especial. O objetivo desse rolê é fazer um exercício com o olhar, já feito pelo fotógrafo e que agora será feito pelo leitor. No meu trabalho, eternizar momentos e retratar emoções é o papel principal e Belo Horizonte é um ótimo cenário para fazer isso.

 

Espero que gostem das fotos. Ano que vem voltaremos com o rolê. Feliz Natal e um 2018 maravilhoso. Parabéns BH! ♥

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A coluna Rolê Fotográfico é postada na última semana de cada mês!

Envie seu e-mail para o colunista e fotógrafo: diegomartins@culturalizabh.com.br

Deixe o seu comentário

Diego Martins
Diego Martins
26 anos, Atleticano, formado em Design Gráfico pelo UniBH e em fotografia pela Escola Metrópole. É apaixonado por futebol, história, arte, mesa de bar com uma boa conversa e tem a fotografia como sua mais nova paixão. Quando não está fotografando, adora ver filmes, seja em casa ou no cinema. Não trocaria Belo Horizonte por lugar nenhum do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *