Culturaliza Dicas Diversão Música

Primeira Bienal Funarte de Música e Cidadania

 Desde o último dia 14 e até dia 16 de dezembro a capital mineira está promovendo a primeira edição da Bienal Funarte de Música e Cidadania. Evento promovido pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), terá oito horas diárias de atividades, a Bienal terá plenárias, oficinas, rodas de conversa, entre outras atividades, com consultoria de Magali Kleber, Felipe Radicetti e Lígia Pimenta, parceria cultural do SESC e apoio do programa Brasil de Tuhu.

 

 A Bienal criada e idealizada pelo Diretor do Centro da Música da Funarte, Marcos Souza, traz em sua primeira edição como tema central a atuação dos projetos sociomusicais em prol da cidadania. Ele ressalta que, “o propósito da criação da Bienal é reunir projetos de sucesso e criar um diálogo entre eles. É fazer a conexão de diferentes ações e pesquisas para a construção de uma rede. Compartilhar experiências, levantar quais são as necessidades comuns dos projetos e criar um projeto de intercâmbio solidário para o fortalecimento de todas as iniciativas. É discutir a aproximação da música como uma ferramenta de cidadania e não somente como entretenimento para a sociedade em geral”.

 

Um dos destaques da programação do primeiro dia foi a apresentação de Maurício Tizumba com o grupo Meninos de Minas. O músico, que completou 60 anos de vida e 45 de carreira, é formado pelo Teatro Universitário da UFMG, tem no currículo 26 filmes e 32 espetáculos, é um dos fundadores da Cia. Burlantins e idealizador do Espaço Cultural Tambor Mineiro. O artista também é o padrinho do projeto “Meninos de Minas”, de Itabira.

 

Alguns projetos como Guri, Osesp, Neojiba, Agência do Bem, Projeto Integração Pela Música (PMI), Escola de Música Vander Lee, Orquestra de Ouro Preto, Orquestra da Grota, Projeto Marajó, Filarmônica de Minas Gerais e Escola de Música da Rocinha, são alguns dos confirmados no encontro.

 

O evento também terá a participação de importantes nomes internacionais como o maestro uruguaio Ariel Britos, Presidente do Programa Iberorquestras; Gabriel Goñi Dondi, Presidente do Ibermúsicas da Costa Rica; e o compositor Fernando Garnero, do Ibermúsicas da Argentina.

 

Abaixo informações sobre a Bienal:

Primeira Bienal Funarte de Música e Cidadania

Quando: 16 de Dezembro

9h – 9h30 – Apresentação musical – Escola Criarte

9h30 – 12h – Cartografia da rede integrada

12h – 14h – Intervalo para almoço

14h – 16h – Plenária (Sistematização)

16h – 16h30 – Intervalo para café

16h30 – 18h – Plenária – avaliação, encaminhamentos e encerramento

 Onde: SESC Venda Nova – Rua Maria Borboleta, s/nº, Novo Letícia

 

 

Deixe o seu comentário

Joseane Santos
Joseane Santos
Canceriana do coração apaixonado, amante da boa música, atleticana no corpo e na alma, mineirinha do interior que encontrou na capital seu lugar no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *