Colunas Literaliza BH Literatura Livros

A fantástica jornada do escritor no Brasil – Kátia Regina Souza

Como leitora confesso que muitas vezes quando via um livro exposto na vitrine de uma livraria ou na home de um grande site, nunca me atentei para o caminho que ele percorreu para chegar até a mim. Quantas pessoas, além do escritor, foram as responsáveis pelos processos que envolvem a publicação e claro, o trabalhão que dá divulgar e ganhar dinheiro. Só quando comecei a conhecer pessoas que trabalham ou querem trabalhar com literatura é que tive acesso a esse mundo, que posso dizer não é o glamour que pensamos. Se todo leitor já quis pelo menos uma vez na vida colocar sua imaginação no papel e lançar um livro é importante conhecer o processo e saber que em algum momento o escritor precisou vencer uma batalha para ter sua história publicada. Por isso hoje vou dar duas dicas bem legais de projetos que vão ajudar o escritor e o leitor no processo de escrita.

A primeira dica é o livro “A fantástica jornada do escritor no Brasil” da jornalista Katia Regina Souza, que faz um apanhado sobre o cenário nacional da literatura de fantasia. Ela conversou justamente com aqueles estão por trás de uma publicação, aqueles que colocam a mão na massa e entregam o livro novinho pra você.  Com uma escrita dinâmica, bem amarrada e envolvente, Kátia traz relatos dos representantes das principais editoras brasileiras, entrevista com escritores nacionais do gênero [muitos que nunca tinha ouvido falar], e mostra os caminhos percorridos por eles para ver suas histórias nas mãos dos leitores. Ela faz um passo a passo mesmo, bem didático, desbravando todos os caminhos, todas as possibilidades, e jogando na nossa cara a difícil realidade do cenário literário brasileiro. O que achei bem legal é que é um livro bem realista que não te ilude em momento algum, mostra as desesperanças daqueles que chegaram a desistir, dos que ainda persistem e principalmente o amor que move gênero fantástico no Brasil. Além de algumas orientações para não passar vergonha na editora, o livro também traz dicas de plataformas e grupos que podem ajudar o escritor iniciante a construir uma boa história e quem sabe publicá-la. É um livro muito importante não só para aqueles que querem ser escritores, mas é muito proveitoso para o leitor enxergar a realidade, conhecer, ajudar a divulgar e principalmente e dar mais valor para literatura nacional que não deixa em nada a desejar frente a literatura internacional. Quando terminei a leitura sai com uma listinha de escritores que certeza vou ler e dar dicas aqui.

Recentemente no site de financiamentos coletivos Catarse, vi um projeto bem legal também voltado para aqueles que querem ser escritores. Os amigos Felipe Iszlaji buscavam financiamento para o projeto “A saga do escritor”. Um baralho de 54 cartas coloridas e ilustradas que tem o objetivo de auxiliar o escritor na hora de organizar, planejar e escrever o seu livro. Com elas o escritor poderá construir um mapa da narrativa, desenvolver personagens, organizar sua meta de palavras diárias e construir o universo do seu livro. O método é pago e quem tiver interesse veja mais aqui.

 

Lembro que na internet também é possível conseguir acesso a vários cursos e workshops de escrita criativa que são gratuitas. Alguns desses cursos, oferecem várias dicas que podem ser aplicadas, inclusive por nós no dia a dia.

 

Esta coluna é publicada aqui, todas as segundas!

Envie seu e-mail para a colunista: elisrouse@culturalizabh.com.br

Quer saber mais sobre literatura acesse: www.literalmenteuai.com.br

 

Deixe o seu comentário

Elis Rouse
Elis Rouse
Sou Elis, não sou Regina; sou do interior e amo a capital; sou jornalista, mas não trabalho em jornal; amo ler, sonho escrever; dicas vou dar, dicas quero receber; experiências vamos trocar; literatura brasileira vamos amar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *