Culturaliza Dicas Diversão Exposições

“ O Tempo dos Sonhos: Arte Aborígene Contemporânea da Austrália”

Está aberto desde o último dia 19 de setembro, na Casa Fiat de Cultura, a exposição “ O Tempo dos Sonhos: Arte Aborígene Contemporânea da Austrália”, um acervo de mais de 70 obras, entre pinturas, esculturas, litografias e bark paintings (pinturas em entrecasca de eucalipto). A mostra apresenta a expressão artística contemporânea e narrativas da cultura aborígene com obras representativas das diversas regiões daquele país continente.

 

As obras da exposição datam desde a década de 1970, período em que a Austrália deu início a políticas de valorização e resgate dessas comunidades, e de um movimento em prol da difusão de sua rica e diversificada arte. A exposição conta com obras de renomados artistas, como Rover Thomas e Emily Kame Kngwarreye, e já passou por São Paulo, Fortaleza, Rio de Janeiro e Brasília. Depois de Belo Horizonte, seguirá para Curitiba.

 

As obras selecionadas situam-se entre a abstração e figuração. A maioria dos povos aborígenes utiliza símbolos, e não a linguagem escrita. Por isso, o que pode parecer abstrato para o visitante, para eles representa uma mensagem mística. A estética desses artistas é inspirada em narrativas e histórias repassadas de geração a geração, e exprimem muitas vezes o seu relacionamento com o universo, a natureza e o espiritual. 

 

Segundo o curador da exposição, Clay D’ Paula, especialista em História da Arte pela Universidade de Sidney, a exposição apresenta a variedade e ​a vitalidade dos estilos artísticos encontrados nas diversas regiões australianas. E ao longo da mostra, é possível perceber as diferenças no design, no estilo e nas cores da paleta dos artistas de cada região. A paisagem presente na arte produzida na região de Kimberly, por exemplo, revela uma terra de grandes contrastes, cheia de rios e cachoeiras. Arnhem Land (Terra de Arnhem) é a região das bark paintings. A exposição traz obras de artistas de diversas trajetórias. Existem aqueles que estão mais inseridos na cultura aborígene, com pouco contato com o mundo ocidental, e aqueles ditos “artistas urbanos”, que possuem formação em universidades e se relacionam com a arte contemporânea.

 

Informações sobre funcionamento da Casa;

“ O Tempo dos Sonhos: Arte Aborígene Contemporânea da Austrália”

Quando: até 19 de Novembro

Hora: Terça a sexta – 10h às 21h | sábados, domingos e feriados – 10h às 18h

Onde: Casa Fiat de CulturaCircuito Liberdade

Praça da Liberdade, 10 – Funcionários

Quanto: Entrada Gratuita

Deixe o seu comentário

Joseane Santos
Joseane Santos
Canceriana do coração apaixonado, amante da boa música, atleticana no corpo e na alma, mineirinha do interior que encontrou na capital seu lugar no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *