Culturaliza Dicas Exposições

Exposição “O deserto não deixa pegadas”, no Palácio das Artes

Começa hoje a exposição O deserto não deixa pegadas, do mineiro Leandro Gabriel, que ocupará a PQNA Galeria do Palácio das Artes. Nesse recorte, que reúne quatro obras inéditas, o artista molda e une pequenas placas de metal, com cores ferruginosas, trabalhando com a origem e o destino do ciclo da terra, da vida e da morte.

 

Em O deserto não deixa pegadas, Leandro Gabriel reúne uma série de obras inéditas, que foram inspiradas por um momento difícil da vida do artista. O “deserto” representa o momento em que Leandro se viu sem poder estar ao lado de sua filha; as pegadas simbolizam a trajetória árdua que o artista percorreu no período. “Esse ‘deserto’ pelo qual passei não tem mais as pegadas da luta. Então, a ausência de pegadas no deserto significa não olhar mais para trás e entender que a vivência é daqui em diante”, explica Leandro Gabriel.

 

Nessa exposição, o artista aproveitou ao máximo o espaço da galeria para expandir o próprio trabalho, propondo uma ilusão com as dimensões da PQNA Galeria, ao criar desdobramentos das obras no Jardim Interno do Palácio das Artes. As esculturas vão ocupar o espaço expositivo da PQNA e também estarão suspensas na marquise do local, fazendo com o que o visitante tenha a sensação de ver a mesma obra transpassando a galeria.

 

Exposição “O deserto não deixa pegadas”

 

Quando: 13 de setembro a 12 de novembro

Horário: terça-feira a sábado, das 9h30 às 21h; domingos, das 16h às 21h

Onde: PQNA Galeria – Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 737 – Centro

Entrada: gratuita

Informações: (31) 3236 7400

Deixe o seu comentário

Amanda Lins
Amanda Lins
Taurina, atleticana e futura Arquiteta. 22 anos no RG, mas o tamanho é de 15 e o joelho de 85. Amante de comédias românticas e animação, apesar do forte vício em séries CSI (inclusive, aplica técnicas na vida). Não dispensa uma boa conversa numa mesa de bar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *