Destaque Entrevistas Música

Eduardo Kaczan: romântico em seu “pedacinho do céu”

Um nome curitibano que possui uma boa relação com o publico mineiro está de volta. Eduardo Kaczan, cantor, compositor e ator, após dedicar um ano à atuação, participando da web série “Dissonância!, filmada em Curitiba, e protagonizando o curta “O Fim do Mundo é um Bar com Jukebox”, é hora de voltar para a música com um novo fôlego e com mais vontade do que nunca. “WOW, a pausa na carreira musical me mostrou o quanto AMO cantar, eu voltei com mais garra e amor no meu trabalho, além de ter me ajudado a amadurecer, foi muito bom, mas espero não dar outra pausa assim tão cedo!! (risos)”

 

Para sua esperada volta, Kaczan vem com uma pegada romântica e autobiográfico, proporcionando um estreitamento em seu relacionamento com o público, assim como ele mesmo prefere dizer. Uma aproximação que é mais enfática quando a paixão está presente em seu coração, colaborando com suas composições e performances.  “‘VIVER’ me inspira”.

 

 

Falando em romantismo, o cantor nos apresenta dois singles, “Pedaços de Papel” (clipe acima), que segundo Eduardo traz uma menagem de gratidão e um aviso “para que as pessoas se lembrem de que o mais importante da vida, são as pessoas e não as coisas”, e “Foto Mensagem” (clipe abaixo) expressa nada mais, nada menos que o amor. Ambas faixas vêm com produção de Fred Teixeira, Mestre em Produção Musical pela London College of Music, com um histórico pra lá de interessante, tendo trabalhado até com o grande Tony Bennet. 

 

Pretendo lançar mais um single/clipe este ano e vai ter uma “Surpresa” pelo caminho, posso adiantar que vem por ai uma avalanche de novas músicas! HEY, HOW, LET’S GO!!!

 

–  A animação de quem está vindo com um tanto de novidade por aí. 

 

 

Após uma conversa dessas, claro que não poderíamos de deixar de falar sobre a nossa querida BH, cidade qual Eduardo já possui um público e que ele já conhece. “Minas é simplesmente um pedacinho de céu, eu curti muito a Lagoa da Pampulha, mas o que mais gostei mesmo foi das pessoas, que povo acolhedor! Antes de anunciar a pausa minha Turnê (2016) ia passar em BH e região, em 3 datas (não rolou), mas eu prometo aos mineiros que tão loguinho tô ai!”

 

Deixe o seu comentário

Charles Douglas
Charles Douglas
Virginiano, metropolitano de Ibirité, mas com a vida construída em BH, jornalista recém formado e apaixonado pelos rolês culturais da capital mineira. Está perdido no mundo da internet desde quando as comunidades do Orkut eram o Culturaliza de hoje. Quando não está com a catuaba nas mãos, pelas ruas de Belo Horizonte, está assistindo SBT ou desenhos no Netflix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *