Culturaliza Dicas Diversão Shows

Show de Zélia Duncan e Beatriz Azevedo em Ouro Preto e Mariana

Acontece em Ouro Preto e Mariana o encerramento dos projetos Roteiro das Minas e AntroPOPhagia, que, desde o início do ano, vêm debatendo o Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade, nas cidades barrocas, com uma série de ações multiculturais.

 

O fechamento traz o show antroPOPhagia, com participação de Beatriz Azevedo e Zélia Duncan, originalmente gravado em Nova York, o disco antropofagia traz composições musicais de Beatriz Azevedo em arranjos antropofágicos, com jazz, a música brasileira, o afrobeat, o jongo, e diversos outros ritmos. Além desses ritmos as apresentações em Ouro Preto e Mariana trarão músicas compostas em parceria pelas duas artistas e composições inéditas de Beatriz Azevedo.

 

Além da boa música, durante o show serão feitas projeções, abordando perspectivas históricas da antropofagia, referências sobre o contato dos portugueses com os índios e menção a temáticas atuais, como o compartilhamento digital e a defesa de uma filosofia do matriarcado.  Segundo Zaqueu Astoni, secretário de Cultura e Patrimônio de Ouro Preto, “o projeto Roteiro de Minas primou por estabelecer diversos encontros musicais, cênicos e poéticos ao longo do ano em Ouro Preto, e no mês que se comemora mês do patrimônio, o Projeto Roteiro de Minas vem presentar Ouro Preto, primeira cidade no Brasil declarada Patrimônio Cultural da humanidade, com mais uma importante atividade cultural para toda a população ouropretana”.

 

Informações sobre o evento:

Show de Zélia Duncan e Beatriz Azevedo em Ouro Preto e Mariana

Roteiro das Minas, em Ouro Preto

Quando:  18 de agosto

Horas: 21:00hs

Quanto: Entrada Gratuita

Onde: Largo do Rosário – Rosário

 

 

AntroPOPhagia, em Mariana

Quando:  19 de agosto

Horas: 21:00h

Quanto: Entrada Gratuita

Onde: Praça Minas Gerais – Centro

Deixe o seu comentário

Joseane Santos
Joseane Santos
Canceriana do coração apaixonado, amante da boa música, atleticana no corpo e na alma, mineirinha do interior que encontrou na capital seu lugar no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *