Culturaliza Dicas Diversão Exposições

Mostra “Quintal da Minha Casa”

 A DotART  Galeria abri a mostra coletiva “ Quintal da minha casa”, a exposição que traz ao público obras que fazem parte do importante acervo da casa. A mostra integra a programação do “Programa Gravura”, que apresenta um projeto de José Damasceno, que lança a gravura e os desdobramentos do trabalho RE:PÚBLICA – JD 2017, uma intervenção urbana feita nas ruas do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, com colaboração e parceria da DotART galeria.

 

A mostra será composta por 20 artistas do acervo da galeria entre eles, Roberto Evangelista, que associa o poder de ervas à criação das formas e da própria arte; Elvis Almeida, que usa os esboços rascunhados em seu caderno de esboços e repetição de movimentos com pincel sobre a tela, buscando resultado que  quase sempre tornar se uma surpresa até para ele mesmo, forma que o fez ser eleito “o melhor pintor do Brasil no momento” pelo artista plástico Luiz Zerbini.e Gais Ama, no ano passado.

 

Já autodidata, Gais Ama, que junto a Elvis Almeida entrará em breve para o time de artistas da galeria, encontra – se ressonante na esfera da vida urbana por meio de suas constantes intervenções em muros, viadutos ou empenas, seja por meio de pichações ou grafites.

 

Como forma de despertar a curiosidade do público, lambelambes com imagens da república, oriundas da nota de um real com intervenções do artista foram espalhados nas cidades. Um trabalho que não teve sua identidade informada gerando dúvidas e questionamentos. Agora chegada a hora da revelação, informando  que se trata de uma obra de José Damasceno, em exposição na dotART galeria.

 

Informações sobre a mostra:

Mostra “Quintal da Minha Casa” 

Quando: 12 de agosto

Hora: segunda a sexta – 9h às 19h | Sábado – 9h às 13h

Onde: dotART galeria – Rua Bernardo Guimarães, 911 – Funcionários

Ingresso: Entrada Gratuita

 

Deixe o seu comentário

Joseane Santos
Joseane Santos
Canceriana do coração apaixonado, amante da boa música, atleticana no corpo e na alma, mineirinha do interior que encontrou na capital seu lugar no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *