Dicas

Orquestra Filarmônica estreia em Paracatu abrindo o 4º Festival do Patrimônio Cultural da Cidade

A Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, um dos mais bem-sucedidos programas continuados no campo da música erudita no Brasil, realiza sua primeira turnê na cidade de Paracatu, cidade a noroeste de Minas Gerais. A Orquestra abrirá o 4º Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu. Nesta oportunidade, o grande público irá ouvir um repertório ao mesmo tempo diversificado e descontraído, com compositores renomados da música sinfônica como Berlioz, J. Strauss Jr, Liszt, Tchaikovsky, além de um dos mais importantes compositores brasileiros de todos os tempos, Carlos Gomes.

 

A regência é do maestro Marcos Arakaki, com uma longa trajetória artística tanto na Filarmônica como em outras orquestras de destaque no Brasil e no exterior, tem contribuído de forma decisiva para a formação de novas plateias, por meio de apresentações didáticas, bem como para a difusão da música de concertos através de turnês a mais de setenta cidades brasileiras.

 

Além desta apresentação a Filarmônica e a Kinross, empresa patrocinadora desta turnê, e que trabalha por meio de projetos e relacionamentos embasados no respeito e nas premissas da política de investimento social, também prepararam outras duas apresentações. Uma de cunho didático, para alunos da escola pública, e um concerto para estudantes de música. A seleção foi efetuada pela Prefeitura Municipal de Paracatu e pela Superintendência Regional de Ensino de Paracatu.

 

Esses eventos proporcionam uma aproximação entre o Público e a Orquestra, “através de informações e histórias que serão importantes para o conhecimento e para a escuta”, conforme ressalta o maestro Arakaki.

 

Orquestra Filarmônica de Minas Gerais –  Turnê Estadual

 

Quando: 01 de julho de 2017 (sábado)

Horas: 20h

Onde: Paracatu – Praça da Matriz

Ingressos: Gratuito

Deixe o seu comentário

Joseane Santos
Joseane Santos
Canceriana do coração apaixonado, amante da boa música, atleticana no corpo e na alma, mineirinha do interior que encontrou na capital seu lugar no mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *