Música Shows

Sinfônica Pop com Lenine

Quando você tem “Leninite aguda” e, não sabe por onde elaborar um texto para seus/suas leitores/as informando que teremos um show duplo. Esse sou eu! (Risos)

 

Bom… conheci o trabalho do Galego em 2006, quando gravou o Acústico MTV. A partir disso, virei fã de carteirinha e acompanho o Leão do Norte por onde ele vai. O cara é cantor, compositor, arranjador, escritor, produtor, ator, engenheiro químico e ecologista. Ufa! São muitas qualidades em um só ser. Não é mesmo?

 

Com mais de 30 anos de carreira, Lenine é ganhador de muitos prêmios nacionais e internacionais com suas músicas influenciadas pela cultura brasileira e com diversos gêneros musicais; o que faz com que não se crie rótulos. Vários nomes consagrados de nossa música já gravaram composições do Lenine, dentre eles: Milton Nascimento, Maria Rita, Elba Ramalho… 

 

Nos dias 13, às 20h30, e 14 de maio, às 19h, Lenine subirá ao palco do Grande Teatro do Palácio das Artes juntamente com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, com regência do Maestro Marcelo Ramos.

 

Contando com novos arranjos encantadores, eu e os/demais fãs vamos conferir grandes sucessos: “Castanho”, “Simples assim”, “Se não for amor eu cegue”, “Tudo por acaso” e várias outras. O show terá 80 min de duração e muita música boa.

 

Aproveitando que é meu aniversário, me presenteei com ingressos na Plateia I nos dois dias de show. E você, já se agendou?

 

Sinfônica Pop com Lenine

Quando: 13 e 14 de maio (sábado e domingo)

Hora: 20h30 (sábado) 19h (domingo)

Onde: Grande Teatro do Palácio das Artes – Av. Afonso Pena, 2336 – Centro

Quanto: Os valores variam de acordo com a localização das plateias:

Plateia I R$ 60,00 (inteira) R$ 30,00 (meia entrada)

Plateia II R$ 60,00 (inteira) R$ 30,00 (meia entrada)

Plateia Superior (ESGOTADO)

Informações: (31) 3236-7400

Deixe o seu comentário

Paulo Antunes
Paulo Antunes
Taurino, Pedagogo, filho único, amante da musicalidade (com uma leve – talvez forte - tendência à MPB) e do sorvete de Macadâmia. Espiritualista por vocação e crente na bondade humana por opção. Digamos que é um mix de “som, silêncio e outras raridades."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *